Como Tratar Seus Clientes


Você pode ganhar ou perder alguém pelo tratamento com ela!

Eu tenho certeza que você quer ganhar seus clientes.

 


Você quer a atenção deles, a admiração e quer que eles comprem seus
produtos e o melhor de tudo, você quer que eles sejam fiéis a você,
comprando sempre que lançar um novo produto.

Sei também que você quer que seus próprios clientes indiquem seus
serviços para outros.

Então, como ganhá-los para si?

Como conquistá-los?

É simples!

Trate-os como se trata um mendigo…

Calma, continue a ler e entenda o que quero dizer!

Trate seu cliente como se fosse um mendigo, mas também trate como se fosse a
sua mãe ou seu filho.

O que eu quero dizer é simples. Trate seus clientes como trataria qualquer
pessoa de quem você não espera nada em troca!

Se ficar a bajular seus clientes, colocando-os em um pedestal e servindo-lhes
sorvete de  doce de leite com calda de caramelo só porque ele é seu cliente e
você quer que ele compre, então você irá perdê-lo.

Qualquer pessoa percebe claramente quando está sendo tratada com interesse.

Você trata bem a seus pais, mas não espera nada em troca por isso, certo?

Assim também você ama seus filhos e os trata bem, simplesmente porque eles
merecem serem tratados assim e não porque você quer a obediência deles.

Você deve tratar bem a um mendigo, porque ele é um ser humano e certamente
você não teria o que esperar de volta dele, se não um simples gesto de gratidão
por uma ajuda que você deu.

Trate seu cliente como alguém comum, que você deve tratar bem e ser educado
e atencioso.

Trate seu cliente com um abraço sincero.

Caso ele compre seu produto, seja grato pela confiança, mas saiba que ele está
interessado apenas em seus objetivos próprios e você nos seus.

Claro que as duas partes estão interessadas.

O cliente pode estar interessado nas soluções que seu produto traz e você está
interessado no valor que o cliente irá investir.

Então não será o seu tratamento “falso” ou “forçado” que irá conquistar o cliente.

O que conquistará o cliente é a qualidade do produto e a sua habilidade de expor os benefícios que ele trará ao cliente.

O seu jeito agradável de tratar a pessoa deve ser natural e incondicional.

Caso a pessoa não compre o produto, você deve abraçá-la de igual modo.

Se  alguém ver a sua “natureza sincera e sem interesse” você conquistará a qualquer
pessoa e poderá vender qualquer coisa, se seu produto realmente for útil.

Mas se houver uma personalidade falsa e apenas interesseira, então não conseguirá
vender mesmo que tenha o melhor produto do mundo.

Ficamos por aqui neste post!

Receba meu abraço!

Cordialmente,
Junior Resende

Comments

  1. Responder

    • Por juniorresende

      Responder

  2. Por Orlando K Onishi

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>